<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8777530\x26blogName\x3dFormiga+Rabiga\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://formiga-rabiga.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://formiga-rabiga.blogspot.com/\x26vt\x3d1847697079752520194', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

terça-feira, agosto 30, 2005

SOS

Preciso do contacto de um hacker simpático e eficiente. É a sério!
E não é para nenhuma tarefa ilícita uma vez que é para aceder a um computador com autorização do proprietário.

domingo, agosto 28, 2005

Contra-ordenação

Andava eu em modo de desafio à autoridade policial - GNR de trânsito e PSP de braçadeiras encarnadas -, a testar os limites das regras de condução sem qualquer espécie de receio de ser mandada parar. Achava que até ia ser engraçado não terem uma única coisinha para me multar em muitos anos de condução. É que normalmente nunca está tudo em ordem: ou não ando com os documentos porque me esqueço deles em casa, ou esqueço-me das datas em que o carro tem de fazer a inspecção, ou um pneu está mais careca, uma luz de stop fundida, o triângulo desfeito, os selos do seguro e do imposto por colar no vidro... sei lá um monte de infracções que qualquer agente adoraria somar no seu bloco.
Cheguei a desejar ser barrada numa "operação stop" para ter aquela sensação de cumpridora e digam lá o que querem que a mim não me conseguem multar, em vez do habitual "coração nas mãos", ai agora o que faço à vida, o dinheiro das multas é o que mais me custa gastar, como é que eu vou fazer para justificar esta confusão, etc.
Pois estava erradíssima! Havia uma coisa essencial em falta que, mesmo à custa de ter ouvido falar tanto, comentar em tantos blogs, ser objecto de um sketch dos gatos fedorentos, dos meus próprios comentários a quem os vi vestidos nas avenidas desta cidade e estradas deste país, não fazia parte dos objectos obrigatórios que temos de ter no carro: o colete reflector.
Tinha-me esquecido completamente de comprar a fatiota de sair do carro, apesar de ainda há pouco tempo se me ter levantado a dúvida sobre se o dito colete poderia ser guardado na bagageira, uma vez que para o ir buscar tinha de sair do carro sem ele, e ter sido esclarecida que sim, que pode, num artigo de jornal.
Esta semana, numa ida ao supermercado os meus olhos esbarraram com aquelas coisas verdes e fez-se-me luz: ai! merda que me tinha esquecido disto! Como foi possível tamanho despistanço?! Sou tola ou quê?! Não se fala de outra coisa há meses e só agora dou conta que ainda não tenho o meu, ai a vida, quando é que me atino?
Lá veio um XL verde, que não havia roupa daquela para o meu tamanho nem da cor que eu queria, mas foi numa urgência e como não tenciono ficar bem com aquilo vestido, se for necessário ponho-lhe o cinto por cima para não me impedir os movimentos ou escorregar pela gola e cair-me aos pés. E olha, a cor tanto faz, o que interessa é que posso voltar à minha postura desafiadora.

Ou será que há qualquer coisa mais que me falta e agora não estou a ver?

sábado, agosto 27, 2005

formiga a dançar sem parar

Yo quiero respirar la vida que me das
Yo quiero compartir las ganas de vivir
Yo quiero respirar nuestra felicidad
Desde que estás aquí te quiero junto a mí


La vida que me das es como respirar
La nueva sensación que yo quiero encontrar
La vida que me das es como renacer
Desde que estás aquí te quiero junto a mí
Quiero respirar, quiero respirar


Dhany


Onde eu devia estar hoje era na Casa do Castelo a dançar esta música até de madrugada.

quinta-feira, agosto 25, 2005

Bad day

(...)
Sometimes the system goes on the blink
And the whole thing turns out wrong
You might not make it back and you know
That you could be well oh that strong
And I'm not wrong


So where is the passion when you need it the most
Oh you and I
You kick up the leaves and the magic is lost


Cause you had a bad day
You're taking one down
You sing a sad song just to turn it around
You say you don't know
You tell me don't lie
You work at a smile and you go for a ride
You had a bad day
You've seen what you like
And how does it feel for one more time
You had a bad day
You had a bad day


Had a bad day
Had a bad day
Had a bad day
Had a bad day
Had a bad day


Daniel Powter

terça-feira, agosto 23, 2005

Dioptrias

Vejo pior! Muito pior que há uns anos. Isso já sabia, não sabia era porquê.
Diagnóstico: é da idade.
Devia ter adivinhado mas esqueço-me sempre deste detalhe.

Mesmo assim há coisas que não me escapam e com a idade ainda ficam mais nítidas.

segunda-feira, agosto 22, 2005

Sons do passado

(...)
Hug me, hug me,
Kiss me, squeeze me,
Hug me, hug me,
Kiss and caress me.

Kevin Little

Não me sai do ouvido nem do leitor de cd's do carro, já estou farta e não consigo parar. Chega, isto é do ano passado!

sábado, agosto 20, 2005

Que saudades

de umas três bolas de berlim daquelas que se desfazem na boca.
Amanhã mato-as!

O meu carro

É muito elegante mas tem um pé (ops, uma roda) a puxar para o tuning e outra a puxar para o afro.

quinta-feira, agosto 18, 2005

De volta ao formigueiro

Desfazer malas, arrumar roupas, ir ao supermercado comprar tudo o que faz falta numa casa, que nem uma migalha de pão há por aqui.
A seguir: planear as próximas férias.