<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8777530\x26blogName\x3dFormiga+Rabiga\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://formiga-rabiga.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://formiga-rabiga.blogspot.com/\x26vt\x3d1847697079752520194', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

segunda-feira, outubro 31, 2005

Maiúsculas e minúsculos

Esta tarde recebi um mail de uma amiga que dizia mais ou menos o seguinte:
"Estamos a combinar um jantar para sexta-feira. Estão confirmados: a M e o l., a M. e o t., a C. e o m., a T. e o n., a X. e o m, a R. e o p. Vocês não vão faltar, pois não?"
Antes de pensar no próprio jantar, na disponibilidade, no apetite, no restaurante escolhido - que insiste em se manter in mas está a caminhar para out -, reparei nos nomes de mulher escritos com maiúsculas e nos dos homens com minúsculas.
Reply: "O que é que se passa contigo? Acho que estás com um problema tão sério que nem Freud explicaria!"

Aguardo desenvolvimento porque à hora a que respondi já a destinatária não estava para me ler e poder esclarecer. Fiquei surpreendida e muito curiosa. Tenho cá para mim que, tratando-se de quem se trata, não foi coisa intencional mas sim obra do subconsciente.

domingo, outubro 30, 2005

Esclarecimentos e agradecimentos

Para que os leitores deste blog não façam juízos errados sobre a autora, sinto-me na obrigação de esclarecer que conduzo um carro alemão e não sou morena. Parece que estes são detalhes importantes que me estavam a escapar mas afinal fazem toda a diferença.

Da próxima vez podemos combinar um pequeno almoço que o tempo rende mais se começarmos logo de manhã (salvaguardados os atrasos habituais).
Quem ficou mais longe espero conhecer melhor noutra ocasião!
Adorei o almoço, foi o que foi!

sábado, outubro 29, 2005

Um desejo outono/inverno

Se eu fosse para aqui passar o outono e o inverno, estes meses de tempo triste e chuvoso não me custavam tanto a passar.
O que eu quero mesmo é umas férias de 15 dias em Mont-Tremblant e o hotel está escolhido.
Tenho uma enorme vontade de conhecer este lugarzinho do Canadá e a certeza absoluta de que não ficarei desiludida, apesar da expectativa altíssima. Esta é, há muitos anos, uma das minhas viagens de sonho, senão mesmo a viagem de sonho.

sexta-feira, outubro 28, 2005

Mais desejos

Dois centímetros de fémur a mais e menos dois quilos.
Há muito tempo que tenho estes desejos. O primeiro começou com a abertura das lojas Zara, até esse momento nunca tinha tido necessidade de fazer baínhas nas calças e andava confortável com o tamanho das minhas pernas. Afinal andava enganada e vejo agora que me faltam os tais 2 cm de fémur.
O segundo, 2 kg a menos, é uma coisa mais antiga, independentemente do peso que tenha num dado momento, acho sempre que com menos 2 kg é que estava mesmo bem.

quarta-feira, outubro 26, 2005

Subitamente

Tive um desejo estúpido: que tocasse o telefone e do outro lado fosse o President Bush, himsefl, a convidar-me para jantar amanhã na Casa Branca.

Juro que este é o meu maior desejo do momento.
Eu já avisei - mesmo no post abaixo - que sou esquisita.
Claro que fazia parte do cenário que o senhor mandasse o Air Force One vir buscar-me e trazer-me. Ou então o jantar podia mesmo ser a bordo, que aquela parte das mordomias da Casa Branca eu até dispensava, o que me agradava era a parte do convívio.

terça-feira, outubro 25, 2005

google search

http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=cartas de amor indeciso&meta=

Não será melhor decidir-se antes de escrever? Pergunto eu que sei pouco dessas coisas de amor indeciso e, se recebesse uma carta de amor, o que menos queria era perceber indecisões. Para isso antes não a recebesse. Mas isto sou eu, que sou esquisita!

segunda-feira, outubro 24, 2005

Há dias assim

Hoje não me apetece escrever, prefiro ficar a comer gressinos com paté al oporto e queijo philadelphia e a ler o que escreveram os outros.

domingo, outubro 23, 2005

Sensação

Apoderou-se de mim uma gigantesca moleza que pode atacar aos fins de semana mas não é habitual em mim. Que estranha sensação, até os dedos recusam o teclado!

quinta-feira, outubro 20, 2005

Martine, a nossa Anita

"Après qu’il ait réalisé divers travaux d’illustration, Casterman fait parvenir à Marcel Marlier un texte de Jeanne Cappe, cette grande dame de la littérature enfantine qui a longtemps animé le catalogue jeunesse de l’éditeur tournaisien. Il s’agit de Deux lapins tout pareils, pour lequel Marlier va réaliser des dessins à l’aquarelle. Dans ce premier album de la collection Farandole, édité en 1953, le lecteur trouve déjà toutes les caractéristiques de l’art du dessinateur: la recherche des attitudes et l’expression des sentiments chez les personnages, l’importance de la nature et le sens du détail (ainsi le mur de la maisonnette est-il tapissé de motifs de carottes, tandis que le cadre qui entoure le portrait du grand-père prend la forme d’une tête de lapin). Le texte suivant est signé Gilbert Delahaye, poète mais aussi chef d’atelier de composition chez Casterman. Le personnage principal est une fillette qui s’appelle Martine. C’est l’été, il fait radieux, la nature est florissante; Martine et son amie Cacao se rendent à la ferme et découvert de canetons, poussins, lapereaux, agneaux, porcelets, veaux, poulains… Martine à la ferme et Martine en voyage paraissent tous deux en 1954. Le personnage déclenche une sympathie immédiate. Mais notre dessinateur est loin de se douter que ces titres inaugurent une très longue série qui va s’imposer dans le monde de la littérature pour la jeunesse. Gilbert Delahaye, l’auteur, et Marcel Marlier, l’illustrateur, vont rapidement se découvrir des émotions paternelles pour Martine. Une complicité respectueuse des tâches de chacun va se nouer entre eux."

Um universo a visitar por quem, como eu, cresceu influenciada pelas histórias (e ilustrações) dos livros da Anita.

quarta-feira, outubro 19, 2005

Livremo-nos dos monstros

A Câmara Municipal de Lisboa presta um serviço muito útil aos munícipes, que resolvi divulgar para o caso de alguém necessitar: vai a casa buscar monstros.
Assim, quem tenha monstros em casa - que não deve ser coisa rara - só tem de contactar a Câmara e pedir que os vá buscar. É grátis e eficaz!
Eu já há muito que me livrei dos meus. Quer dizer, ficou o monstro das bolachas, mas afeiçoei-me a esse e quero mantê-lo! Apesar das migalhas que espalha por todo o lado, é querido e faz companhia (muito mais que isso: faz parte da minha vida).

Saint Exupery's 'The Little Prince' Quiz

You once ran wild, but you allowed one true friend to tame you, and now that your friend has gone you miss him with all you have. You are very pretty to look at, and you find the world of men to be loud and disturbing. You have many lessons of great importance to give to those who can tame you. You are unique in all the world…

Via bomba
(sem o desenho, que a este blog não lhe apetecem as imagens)

terça-feira, outubro 18, 2005

Casa na Padaria

Hoje não parei de pensar na falta que me fazem os electrodomésticos. Começa logo ao pequeno-almoço! Não passo sem a máquina de sumos (daquelas que tem umas 10 peças que dão uma trabalheira a lavar à mão), a torradeira, a máquina de café e a da louça para a cozinha ficar logo arrumada. Como se não bastasse ligar tanta coisa, mesmo antes do esquentador e do secador de cabelo, ando a congeminar comprar uma máquina de fazer pão em casa.
Gulosa como sou adoro pão fresco e quentinho logo pela manhã. Mas, tendo tanto de comodista como de gulosa, não saio de casa antes do pequeno-almoço para ir comprar o pão. Amassar e cozer está fora de questão e por isso a máquina parece-me uma boa solução. Dizem-me que fica óptimo. Programa-se para começar três horas antes - os ingredientes deixam-se de véspera - e já está!
Para a semana conto a experiência já que, quando congemino, não páro até concretizar.

Além do pão "normal" dá para fazer outros tipos de pão: integral, de leite, com passas... Huumm!
E os lanchinhos do inverno vão ser deliciosos.

segunda-feira, outubro 17, 2005

Avitchim!

Tu não te apoquentes que isto são tudo manobras dos homens das pecuárias e das vacarias, que estão fartos de que a peste os ataque a eles.
Certo, certo é que cá em casa acabou-se tudo o que possa ter relação com penas.
Certo é, também, que a expressão "cautelas e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém", já não é nada certa!

Eu noutras línguas

ant-rabiga, fourmi-rabiga, hormiga-rabiga, ameise–rabiga, formica-rabiga, de mier-rabiga, муравей-rabiga, maur-rabiga, μυρμήγκι-rabiga, 蟻-rabiga, 개미-rabiga, myra-rabiga, نملة-rabiga, mrówka-rabiga, naonao-rabiga, hangya-rabiga, subay-rabiga, semut-rabiga, furnică-rabiga, mravec-rabiga, langgam-rabiga, karinca-rabiga, chuntee-rabiga, muraschke-rabiga.

Claro que toda a gente sabe identificar o idioma de todas as formigas.
(tive de eliminar algumas que o blogger não identificava)

sexta-feira, outubro 14, 2005

E agora...

Bom fim de semana que o meu desta vez tem três dias.

No feminino

quarta-feira, outubro 12, 2005

24 horas e 5 minutos

Chego à conclusão que o dia tem 5 minutos a menos do que o tempo que eu preciso. Eram 5 minutos a mais, se faz favor, que pedia que fossem colocados entre a hora a que me levanto e a hora de entrada no trabalho.
Pedir 5 minutos, não é pedir muito!

terça-feira, outubro 11, 2005

Alice

Alice é nome da moda que, não sei se sei porquê (que confusão), associo a filhas de pais de uma esquerda chique e intelectual. Nem por isso é nome que se dê a uma criança. Alice é nome de mulher mais velha que ainda não ganhou o estatuto de Maria.
Será o desejo de um país das maravilhas?!
Cá para mim, morrerão as Alices que estão a nascer e o país maravilha será ainda utopia.

Ai, credo! Pareço uma velha do restelo.

"os tempos vão"

Raisparta aquela necessidadezinha de reviver as dores que já senti que, de quando em quando, me ataca, trazendo-me as emoções que vivi e não gostei. Um aperto no peito, uma dor na barriga, uma pressa de encontrar o que não quero sequer imaginar. Para que remexo no que matei e enterrei, se sofro como se o fantasma reencarnasse?
Nada de comiserações, só estou zangada, indignada e irritada comigo por ter perdido meia hora deste dia a sofrer de levezinho.
E depois não me sai da cabeça uma canção - letra e música magnifícas - um dueto de Laura Pausini e Gilberto Gil.

Não encontro um site onde se possa ouvir a música. Que pena!

segunda-feira, outubro 10, 2005

Nas histórias

As mulheres são as más: a madrasta da Branca de Neve, as irmãs da Cinderela, as irmãs da dois olhinhos... é só fadas más e bruxas.
Os homens, ainda que comecem por ser sapos ou monstros, acabam sempre uns princípes lindos e infinitamente encatandores, charmosos, bonzinhos, valentes e uns heróis imbatíveis.
Ele há coisas!...

Inversões

Será que a minha empregada pensa que sou eu que tenho de arrumar a casa, competindo-lhe apenas dar "um jeitinho"?

quinta-feira, outubro 06, 2005

Apesar do bom tempo

Sinto que chega o Outono quando a MAC e a Bobbi Brown passam a fazer parte das minhas manhãs.

quarta-feira, outubro 05, 2005

Imagens da desgraça

Vale sempre a pena ver a exposição World Press Photo mas deprime. Quase todas as fotografias mostram miséria, dor, sofrimento. Tudo é tão real que contagia e a arte não atenua a emoção que a imagem exibe.
Uma parte da colecção Berardo está também em exposição no CCB. Sugeriram-me que apresentasse ao senhor os meus quadros que iria ter sucesso porque afinal o meu talento é superior ao de muitos dos pintores que assinam aqueles quadros. Bem sei que a apreciação não vem de críticos sabedores, mas eu própria tirei as minhas conclusões. Há arte e arte!

terça-feira, outubro 04, 2005

Para nosso bem

Todas as semanas deviam ter um intervalo à quarta-feira!

segunda-feira, outubro 03, 2005

Apetitosíssimo...

Delicioso, de babar, de chorar por mais:
Chocolate & Zucchini, huumm!

Marcado na agenda

Dia 13 de Outubro, ao fim da tarde, já tenho programa.
Lá vou eu ao Atrium Saldanha ouvir pérolas, bombas e megeras.
Ai vou, vou!

domingo, outubro 02, 2005

My seduction style: au natural

You rank up there with your seduction skills, though you might not know it.That's because you're a natural at seduction. You don't realize your power! The root of your natural seduction power: your innocence and optimism.
You're the type of person who happily plays around and creates a unique little world. Little do you know that your personal paradise is so appealing that it sucks people in. You find joy in everything - so is it any surprise that people find joy in you?
You bring back the inner child in everyone you meet with your sincere and spontaneous ways. Your childlike (but not childish) behavior also inspires others to care for you. As a result, those who you befriend and date tend to be incredibly loyal to you.

Deve ser praga

Hoje tive três visitas vindas do google à procura de:
- veneno para osgas;
- matar osgas;
- como matar osgas.

Afinal não sou só eu que faço buscas destas no google. É que naquele dia em que o bicho me invadiu a casa fiz exactamente o mesmo - procurei a solução no google - e fui muito gozada cá em casa.